Delegado Eder Neves é o responsável pela condução das investigações deste caso

A prisão de um homem de 34 anos surpreendeu Poço Fundo na última quarta-feira (3). O detido, Eduardo Mio, foi acusado de enviar videos e fotos nú e até se masturbando para uma menina de apenas 12 anos de idade, uma de suas ex-alunas.

Procuramos o delegado Eder Neves, para mais informações sobre o assunto. Segundo ele, não se pode entrar em detalhes do caso porque os trabalhos correm em segredo de justiça. “O que posso dizer é que a Polícia Civil em Poço Fundo efetuou a prisão deste investigado pelo cometimento, em tese, do crime previsto no artigo 218-A do Código Penal (Praticar, na presença de alguém menor de 14 anos, ou induzi-lo a presenciar, conjunção carnal ou outro ato libidinoso, a fim de satisfazer lascívia própria ou de outrem). As investigações foram iniciadas imediatamente após a denúncia realizada pelos pais de uma adolescente, e culminaram na captura e prisão do investigado, ocasião na qual o aparelho celular utilizado no crime também foi apreendido”.

No caso, o crime do homem foi o de satisfação da lascívia mediante a presença virtual da vítima, via internet. Pela idade da menor, tudo indica comportamento pedófilo, mas esta definição ainda carece de mais levantamentos. Por isso, o Inquérito Policial também objetiva apurar outros crimes envolvendo criança ou adolescente. “Pais e mães que tenham filhos adolescentes, que tiveram contato com este homem de alguma forma, tentem conversar com eles ou elas. Se identificarem algo suspeito na relação que tinham com o investigado,, procurem a Delegacia de Policia, porque estaremos prontos para atendê-los”, diz o delegado.

Eduardo foi autuado em flagrante delito e encaminhado ao Sistema Prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

Confira abaixo áudio com uma nota do chefe da Policia Civil poço-fundense, feita à Rádio Gimirim FM.